Thumbnail-Gravidez-Depois-Dos-40

Gravidez depois dos 40: Conheça os métodos e tratamentos

A gravidez depois dos 40 anos tem se tornado cada vez mais comum, afinal as mulheres estão optando por esperar, tendo como foco outras realizações, como a vida profissional e viagens.

É possível sim se tornar mãe depois dos 40, porém as chances são menores. Isso acontece, pois, a reserva ovariana diminui com o passar dos anos, além disso os óvulos também estão mais propensos a desenvolver problemas.

Com isso há o aumento do risco do aborto e anomalias no bebê, além da mulher ter mais chance de desenvolver doenças durante a gestação.

Porém, com os cuidados necessários e com a ajuda de tratamentos e métodos, engravidar depois dos 40 pode ser seguro.

CTA-Instgram

Entenda o que é gravidez tardia

Ela é aquela que ocorre depois dos 35 anos, a partir dessa idade a chance de uma gravidez natural vai diminuindo e os riscos de complicações acabam aumentando gradativamente conforme a idade vai avançando.

Mas graças às técnicas de reprodução assistida, a gravidez tardia já é uma realidade, e diversas mulheres as buscam para realizar o sonho e a vontade de se tornar mãe após os 40 anos.

É válido lembrar que existe uma recomendação da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida para que as mulheres engravidem até os 50 anos de idade.

Entenda como é possível engravidar após os 40

Isso pode ocorrer de maneira natural, caso a mulher ainda não tenha entrado na menopausa e não possua nenhuma doença que acabe afetando o aparelho reprodutor, porém as chances diminuem drasticamente após os 42 anos.

E isso ocorre pois sabemos que a mulher nasce com um número de óvulos que naturalmente vai se esgotando com o passar dos anos.

Mas graças aos tratamentos de reprodução assistida, engravidar após os 40 anos é uma realidade cada vez mais próxima, mas é importante que tenha um acompanhamento médico especializado constante para que ele consiga avaliar a saúde do casal como um todo e, a partir daí indicar qual é o melhor tratamento para realizar o sonho da gravidez.

Entenda-o-que-e-gravidez-tardia

Consigo engravidar fazendo reposição hormonal?

O tratamento de reposição hormonal não é um método anticoncepcional, então ele não bloqueia que você tenha ovulação. Nesse sentido, as mulheres que estão na fase de pré-menopausa e realizam a reposição hormonal, existem uma pequena possibilidade de engravidar.

Isto acontece pois mesmo que esteja em tratamento, o ovário pode retomar em alguns momentos o seu funcionamento e ovular. Porém, caso a mulher esteja realizando a reposição hormonal na menopausa e ela não menstrua há mais de 1 ano, a chance de acontecer uma gestação é nula.

Uma mulher com laqueadura pode engravidar depois dos 40?

A laqueadura é um procedimento cirúrgico que leva a esterilização feminina, impedindo com que a mulher engravide.

Quando há uma laqueadura, a única chance de ocorrer uma gravidez é através dos tratamentos de reprodução assistida, como a FIV (Fertilização In Vitro), porém a chance de dar certo vai depender da idade e qualidades dos óvulos.

Dessa forma, uma mulher com 40 anos laqueada e que realizou a FIV com os seus óvulos, possui uma chance de 20% de engravidar.

Gravidez-depois-do-40-possibiliades

Entenda como conseguir engravidar depois dos 40

Como já citamos acima é possível que ocorra uma gravidez natural mesmo depois dos 40 anos, porém a chance diminui rapidamente com o passar dos anos. Por isso, se a mulher for tentar engravidar naturalmente com essa idade, é importante seguir algumas dicas que podem auxiliar na tão sonhada gestação. Confira abaixo quais são:

  • Realizar o exame do Hormônio Anti-Mülleriano;
  • Fazer um check-up geral antes de iniciar as tentativas;
  • Analisar a taxa de fertilidade através de exames de sangue para checar os níveis de FSH e estradiol no início do ciclo menstrual;
  • Iniciar a ingestão de ácido fólico em torno de 3 meses antes de começar as tentativas para engravidar;
  • Evitar ansiedade e estresse;
  • Praticar exercícios físicos de maneira regular;
  • Adquirir uma alimentação saudável;
  • Ter relações sexuais com frequência durante o período fértil.

No entanto, se depois de 6 meses de tentativas a gravidez depois dos 40 não acontecer, o ideal é procurar um médico para recorrer às técnicas de medicina reprodutiva. Nesse caso, existem 2 técnicas principais, como:

Inseminação Artificial (IIU)

A Inseminação Artificial é a maneira mais eficaz para casais que não apresentam problemas graves de infertilidade, mas que possui dificuldade baixa ovulação, baixa quantidade ou motilidade do espermatozoide.

Saiba mais sobre a Inseminação Artificial neste artigo que preparamos exclusivamente para esse assunto.

fertilizacao-in-vitro-gravidez-depois-40

Fertilização In Vitro (FIV)

É recomendado a FIV para casos de infertilidade mais graves, como homens que possuem oligospermia ou teratozoospermia, mulheres que possuem problemas nas trompas, sequelas de infecções, endometriose e outros.

Saiba mais sobre a Fertilização In Vitro (FIV) neste artigo que preparamos exclusivamente para esse assunto.

Para a realização dessas técnicas, a medicina reprodutiva indica o tratamento de congelamento de óvulos para as mulheres que já estão cientes que irão postergar o momento de fic

ar grávida. Porém, para as que não planejaram a gravidez, mas a querem e estão com a idade avançada, o ideal é ovodoação. Entenda melhor sobre esses dois tratamentos abaixo:

Congelamento de Óvulos

O congelamento de óvulos, é a técnica de preservação dos óvulos jovens em um tanque de nitrogênio líquido, possibilidade adiar a gravidez.

Entenda mais sobre o Congelamento de Óvulos neste artigo que preparamos exclusivamente para esse assunto.

Ovodoação

Ela é uma possibilidade que ajuda mulheres a realizam a gravidez através de óvulos jovens de outra mulher, a ovodoação é uma opção para mulheres com diminuição da reserva ovariana, falência ovariana precoce, tratamentos oncológicos e doenças genéticas.

Desta maneira, de acordo com a Resolução nº 2.168/2017, do Conselho Federal de Medicina (CFM), é permitida a doação voluntária de óvulos.

Mas é válido ressaltar que nos Brasil, este é um procedimento realizado pelas clínicas de reprodução humana e ocorre de maneira totalmente anônima e sigilosa.

ovodoacao-gravidez-depois-40

Entenda os sintomas da gravidez após os 40 anos

A mulher após os 40 tem os mesmos sintomas de uma gestante de qualquer outra idade, podendo apresentar:

  • Corrimento vaginal rosa;
  • Cólica;
  • Mamas sensíveis e inchadas;
  • Inchaço abdominal;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Enjoo;
  • Cansaço;
  • Sono;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça.

Entenda o perigo de ser mãe depois dos 40

Engravidar após os 40 anos é mais alarmante do que ficar grávida no começo da vida adulta, com isso aumenta a chance do surgimento de diversas situações que podem comprometer a saúde do bebê e da mãe.

Confira a seguir os riscos de uma gravidez tardia para a mãe e o bebê.

Riscos para a mãe:

  • Aborto;
  • Aumento de chance para um parto prematuro;
  • Desenvolvimento de diabetes gestacional;
  • Perda de sangue;
  • Gravidez ectópica;
  • Rompimento do útero;
  • Deslocamento prematuro da placenta;
  • Hipertensão na gravidez;
  • Pré-eclâmpsia;
  • Maior tempo de trabalho de parto.
Riscos-gravidez-depois-40

Riscos para o bebê:

  • Malformações cromossômicas que podem levar ao desenvolvimento de doenças genéticas, principalmente a Síndrome de Down;
  • Nascimento de maneira prematura, elevando os riscos de saúde após o nascimento.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco e marque uma consulta para que possamos saná-las de maneira eficiente.

2 respostas

  1. Oie bom dia eu queria tirar uma dúvida, eu tenho 41 anos a minha menstruação veio dia 16 acabou dia 21 de dezembro de 2023 tive relação com meu marido no dia 24 , 25, 26,27 , 28 sem proteção no dia 30 comeci ter enjou mal estar pressão baixa dor no pé da barriga colicas dor nós seios até agora será que estou grávida?????? Me ajude por favor

    1. Olá Rosineide! Certos sintomas que você está sentido podem ter várias causas, não necessariamente seria gravidez. Recomendo fazer um teste de farmácia, ou um Beta HCG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais conteúdo para você: